domingo, 8 de novembro de 2009

Memórias...

Procuro-te por todos os cantos e recantos da nossa casa...
Tento ouvir-te na acústica deste nosso espaço...
Sinto o teu aroma, o teu cheiro, bem perto de mim...
Imagino o teu corpo, quente, nos meus braços...

Quero-te para sempre nas minhas memórias, nos meus pensamentos...na minha enorme saudade.


"Continuem a frequentar estas areias..."

5 comentários:

Patricia disse...

Coragem e Forca Pedro!
Nao vai ser fácil, mas vais por fim encontar o lugar dele na tua Memória e será sempre um sítio especial que vais visitar com carinho e saudade.
Um grande abraco,

Pipapi disse...

Desculpa o silêncio.
Estou contigo.
Um beijo
Pi

Anónimo disse...

Acredito que esteja a ser um período complicado, mas nestas alturas o importante é tentar manter a cabeça ocupada com outras coisas e deixar passar o tempo.
Por isso, e falando agora de outros assuntos mais alegres, adorei o concerto dos RAMMSTEIN. Bom som e bons músicos.
Já sabes se precisares de alguma coisa, sabes onde encontrar-me.
Abraço,
Nuno

O Meu Confessionário da Alma disse...

Ola Pedrinho.
Ando fugida daqui, mas vi qe escreves-te mais uma coisa que me chamou para as areias quentes que por aqui nos deixas...
adorei este lamento teu, muito suave e ao mesmo tempo profundo, sereno e dificil, gostei muito....:-)
beijinhos

Carol disse...

Os ventos que as vezes tiram algo que amamos é o mesmo que nos trazem algo que aprendemos a amar....

O bug sempre estará nas tuas mémorias e na tua história vc fez o maximo que podee foi um bom amigo para com ele também.
Força meu amigo.