sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Bug (1999-2009)


Um destes dias irei escrever sobre ti.
Hoje necessito de silêncio.

"Continuem a frequentar estas areias..."

4 comentários:

Eduardo Fraga disse...

Força "Pedro"!!

mais uma maria disse...

amigo pedro! não tenho a pretensão de aliviar a tua dor, nem te fazer esquecer este sofrimento todo, pois tudo o que eu disser será pequeno... só quero que saibas que compartilho deste sentimento, pois sei o que é ter um amigo tão leal, tão despreendido, tão fantasticamente generoso, que ainda nas horas de maior fraqueza consegue dar as demonstrações mais significativas de amor e dedicação...
e perder este conforto e apoio que vem dele (que às vezes se quer encontramos em seres humanos - ditos racionais), é como perder parte da nossa vida, da nossa identidade...
não vou te dizer para tentar ficar bem, pois sei que, por agora, seria pedir o impossível... só tenta pensar que o sofrimento dele acabou e, afinal, não queremos que aqueles que amamos sofram, não é? quem sabe não vai encontrar a minha dianinha no céu e vão namorar e ter filhinhos (não pude conter as lágrimas ao olhar a foto dele e imaginar esta cena)...
um beijo, e desculpa pela ausência...

maria.

Rakel disse...

Bjs

Carol disse...

Pedro não sei até quando vou vver só sei que assim como o bug a vida tem que ser vvda e temos que conviver com pessoas de bom coração são estás pessoas que são importantes e validas nessa grande aventura que é a vida.
Força meu amigo quarido.