quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Contactos “incontactáveis”

Segunda quinzena de Agosto…
Duas semanas sem ir trabalhar (não chamo a isto férias)…
Ninguém em Lisboa…

Agarrei o telemóvel e decidi percorrer a minha lista de contactos. Com sorte, talvez conseguisse encontrar alguém para sair um pouco, ou apenas para conversar.

O resultado foi este:
  • maioria dos contactos está de férias (não estão por Lisboa).
  • alguns contactos (muito poucos) estão a trabalhar.
  • alguns contactos já não se lembram de mim, esqueceram-se.
  • reparei agora que perdi alguns contactos importantes. Culpa do NOKIA.
  • não sei se alguns contactos querem que eu ligue.
  • não quero ligar, e muito menos saber, de alguns contactos. Nem sei porque ainda não os apaguei. Espero que sejam felizes…mas bem longe de mim.
  • um contacto foi colocado na minha lista à força, escondido de todos (mas eu vi). Não devo ligar. Não quero confusões. Mas senti vontade.
  • nunca liguei a alguns dos contactos. Não me sinto seguro.
  • alguns dos contactos são da família. Neste momento não tenho nada de importante para comunicar.
  • alguns contactos estão longe. Têm vidas novas.
  • alguns contactos são da empresa onde trabalho. Se ligar para eles, vou sentir vontade de regressar já ao trabalho. Tenho que resistir.
  • um dos contactos é da veterinária do meu cão. O meu cão está bem e também não me apetece falar de doenças.
  • resta-me o contacto da Pizza Hut. Mas não, estou em dieta.

Face a este cenário, talvez seja hora de fazer algumas actualizações no meu cartão de contactos.


“Continuem a frequentar estas areias…”

1 comentário:

Telmo disse...

A mim não me ligaste tu!